Capim Santo

Tudo começou com a idéia de se reunir o pessoal da faculdade. Logo, estávamos discutindo onde iríamos comer. Afinal, como já dizia Frank Herbert (autor da série de livros Duna):  “o ato de compartilhar uma refeição é uma das formas mais antigas de fortalecer/ratificar os laços”. Com o RestaurantWeek rolando solto na época (começo de setembro), a escolha óbvia era aproveitar um dos restaurantes da promoção. Óbvia entre aspas. Depois de muita carnificina, chegamos a um consenso – um consenso de duas e ditadura para o resto – de almoçar no Capim Santo.

O restaurante Capim Santo segundo ele mesmo:

Nossa cozinha, toda envidraçada, rodeada por um jardim tropical e jaboticabeiras, permite que você acompanhe a rotina da nossa equipe e o preparo de todos os pratos servidos no restaurante. Tudo com harmonia. Os temperos se misturam em perfeita alquimia de sabores e alto astral. No comando deste fogão, a Chef Morena Leite.

Continuar lendo

Anúncios