Kidoairaku – peixe incomparável!

Após muitas comilanças, o blog sofreu uma verdadeira hibernação para que eu pudesse me recobrar de toda a loucura destes últimos 3 meses. Sem maiores delongas, já aviso que sou uma planejadora obsessiva-compulsiva e só o fato de planejar o itinerário de viagem à Europa exauriu meus pobres neurônios (Freud não explica). Aí vieram as férias propriamente ditas e fiquei quase 20 dias no paraíso – mas completamente offline – e depois mais estresse quando surgiu a oportunidade de mudar de emprego. Não é fácil conseguir trabalhar no que se quer, e batalhei para conseguir a transferência. Agora que está tudo certo, continuemos!

Para começar, nada melhor que um aperitivo, então vamos às comilanças! Após ouvir muito bem de um restaurante japonês modesto e despretensioso – leia-se minúsculo e bagunçado -, resolvi deixar de lado a culinária chinesa e voltar às raízes, almoçando no Kidoairaku!

Kidoairaku - ambiente

Continuar lendo

Anúncios

Viagem: Itália: Roma

Vamos começar pelo começo: o plano de viagem.

Meu plano de viagem era ambicioso: conhecer França, Inglaterra e Itália em 17 dias. Após exaustivas pesquisas de roteiros de tudo quanto é empresa de viagens, cheguei à conclusão de que a maioria das operadoras crê piamente que é possível conhecer uma cidade em apenas um dia – ou metade de um dia (como a famosa empresa das 3 letrinhas). Imagine conhecer Roma em apenas 1 dia! Oh the horror!

Foi aí que minha mãe viu um anúncio da Queensberry, que por acaso possuía roteiros para a Europa. Queensberry? Quequéisso? É operadora de viagens? Fui conferir online e encontrei no site deles o roteiro ideal para nós: bem mais lento (mais dias em cada local – o famoso slow travel) e bem mais caro. Mas considerando que a gente ia para a Europa pela primeira vez e queríamos conhecer o máximo possível, escolhemos a qualidade – e também porque ninguém merece conhecer uma cidade pela janela de um ônibus que só pára para abastecer e ir para a cidade seguinte.

E foi assim que descobrimos uma ótima operadora, com um excelente guia brasileiro (Décio) que nos acompanhou por toda a viagem – sério, por aquela outra empresa nem dava para saber quem era o guia (nunca estava lá) – com hospedagem em hotéis de 4-5 estrelas super bem localizados. Valeu o preço! 😀

Bem, propaganda não-remunerada à parte dessa incrível operadora, vamos à viagem! Continuar lendo

Voltei!

Repararam que o blog ficou abandonado por algum tempo? Pois é, estive tão ocupada com os preparativos da viagem – e com a viagem em si! – que acabei esquecendo da vida. Mas agora estou de volta e trago novidades da Europa!

É isso mesmo, pessoal: viajei para a Europa! Percorri as capitais da França, Inglaterra e Itália – e mais as cidades italianas de Assis, Siena, Florença, Pádua, Verona e Veneza! Trouxe várias coisinhas e muitas dicas e centenas de fotos e memórias maravilhosas… Europa é realmente tudo o que dizem, e mais!

Só preciso pôr minha vida em ordem agora, fazer a triagem das fotos e preparar os posts. Em breve, posts fresquinhos no blog para vocês lerem!

Acompanhem de perto!

8º Restaurant Week – Francisco Gastronomia e Cultura

Voltando a postar sobre as comilanças do Restaurant Week e aproveitando que o evento abrangeu todo o Estado de São Paulo, eu e minhas amigas fomos almoçar no único restaurante participante em São Bernardo do Campo: Francisco Gastronomia e Cultura. Como eu que estava dirigindo e devido à minha notória habilidade de me perder até perto de casa, algumas pessoas se revezaram como co-piloto. E chegamos lá, sem – muitos – sobressaltos (só nos perdemos um pouquinho 🙂 ).

Chegamos lá quase 13h e a casa estava praticamente vazia. Fomos recebidas por um garçom relativamente ansioso para anotar os pedidos mas, quando finalmente nos decidimos e estávamos prontas para pedir, ele havia sumido para deus sabe onde. Enquanto esperávamos, ficamos admirando a decoração do local – que é muito bonito e ao mesmo tempo, informal.

Interior do restaurante¹

8º Restaurant Week – Lilló

Ainda no Restaurant Week, eu e minha mãe fomos jantar no Lilló Restaurante e Pizzaria, na Vila Clementino. Por incrível que pareça, dessa vez não tivemos quaisquer problemas com o valet, como no post retrasado e no passado. Parece que a onda de azar passou!

Chegamos lá 20h30 e a casa estava relativamente vazia – meu deus! a que horas as pessoas vão jantar? – mas até sairmos ela estava em cheia. Chega de embromação – vamos à crítica do Lilló!

 

Lilló - fachada (fonte: site oficial do restaurante)

Continuar lendo