Compartilhamento de carro em Paris

Partilha de carro 2.0 dá um salto para a frente em Paris

Yonah Freemark – 04 outubro de 2011

»Um sistema todo elétrico e de ponto-a-ponto pode revolucionar a forma como pensamos sobre o automóvel e reduzir significativamente a necessidade de veículos particulares em nossas cidades.

Continuar lendo

Anúncios

Nave Interestelar de 100 Anos

Desde que o homem pisou na Lua, o tema da exploração espacial deixou os jornais para residir apenas na ficção científica. Em 30 anos, o programa de exploração espacial da NASA não passou de 300 milhas da Terra e agora está em processo de desativação. Para que investir na conquista do espaço quando há um planeta inteiro de problemas para resolver? Agora, até mesmo os telescópios espaciais estão na mira do corte orçamentário.

O Telescópio Espacial James Webb (JWST), atualmente em construção, é um deles. Projetado para superar o revolucionário Hubble, possuirá a capacidade de penetrar o cosmos como nenhum outro telescópio já foi capaz, podendo nos levar alguns passos adiante em compreender como o universo foi formado e para onde está indo. Mas, desde o começo do projeto, problemas de gestão e atrasos no cronograma já custaram US$ 1.4 bilhões adicionais, totalizando US$ 6.5 bilhões. A comunidade de astrônomos entende os atrasos como decorrentes dos obstáculos de ordem técnica que requerem soluções inovadoras. Mas os parlamentares vêm apenas os gastos. O corte previsto é em US$ 1.6 bilhões, o que pode frustrar todo o projeto e levar ao seu cancelamento.

Neil deGrasse Tyson, um astrofísico americano, defende o JWST em uma entrevista ao apresentador Bill Maher. Continuar lendo

Tudo azul na Paulista

Passeando – digo, indo ao atendimento do trabalho final do MBA – na Avenida Paulista na sexta-feira (12 de novembro de 2010), deparei-me com a nova decoração do MASP:

MASP com o céu bordado nos painéis de vidro

Estavam colando decalques imitando um céu bordado em ponto cruz nos painéis de vidro do MASP (reparem na agulha e linha na lateral do edifício). Segundo informações do FreePages, a instalação chama-se Tramazul e é de autoria da artista plástica Regina Silveira.

Maquete digital

Até que minha tentativa de maquete digital não fica muito atrás da realidade, né? Até parece.

 

Mais informações sobre a instalação Tramazul em FreePages.

Ônibus Rápido 3D – passageiros em cima, trânsito embaixo

O trânsito na área metropolitana depende do equilíbrio entre o transporte público e o individual: se não há oferta suficiente de transporte público, as pessoas optam pelo transporte individual, congestionando as ruas e contribuindo para a poluição da cidade.

Atualmente, há 5 modais principais de transporte público na China: metrô, trem, VLT, BRT (corredores de ônibus) e ônibus convencional. Entretanto, o transporte sobre trilhos necessita de alto investimento para sua construção e o BRT ocupa muito espaço, reduzindo as vias de tráfego dos veículos comuns. Já a colocação de mais ônibus nas ruas pode piorar o trânsito ao invés de melhorá-lo.

Conheça o Ônibus Rápido 3D, um conceito futurístico de veículo capaz de transportar os passageiros acima do nível da rua, “montando” sobre as faixas de tráfego para permitir o livre trânsito dos carros abaixo dele.

Ônibus Rápido 3D

Continuar lendo