Restaurante Chique #2

Sábado passado levei uma amiga para conhecer o Restaurante Chique. Seguindo uma recomendação, fomos lá comer o tal do ‘macarrão da casa’. Só que… esqueci o papel onde estava escrito os hieróglifos, digo, ideogramas chineses com o nome do macarrão. E agora? Qual das dezenas de pratos com macarrão escolher? Resultado: resolvemos pedir yakisoba mesmo. Continuar lendo

Café Journal

Com a 7ª edição do RestaurantWeek em Sampa correndo solta, eu e minha mãe fomos conhecer o Café Journal, em Moema. A reserva era por volta da 19h30, mas como não havia trânsito – milagre!-, chegamos com uns 20 min de antecedência. No horário, havia dezenas de vagas de estacionamento nas ruas em volta – 2º milagre: vaga para estacionar o carro em Moema! –  e só um casal bebericando no restaurante. A hostess nos levou à mesa reservada, mas já que  casa estava vazia, sentamo-nos junto aos vasinhos de plantas, numa área melhor iluminada (o restaurante é tão escuro que tende mais ao lúgubre que ao romântico – mas é lindo!!). Continuar lendo

Bistrô Crêpe de Paris

Para o início da 7ª edição do RestaurantWeek em Sampa, a família toda foi jantar no Bistrô Crêpe de Paris. O restaurante fica ao fima de uma viela da Rua Augusta, bem escondido – se bem que há placas na entrada e o infalível serviço de valet. Na viela, há mesinhas do restaurante, faz você se sentir em Campos do Jordão. A quem interessar, tem uma loja da Cadiveu logo no início da viela (fechada à noite).

Quem quiser escapar de pagar R$ 15 para estacionarem seu carro deus-sabe-onde, deixe o carro numa das travessas da Augusta e pague R$ 2 ao flanelinha trêbado.

Segundo o site do RestaurantWeek, o restaurante apresenta-se como:

Autêntico bistrô francês situado numa charmosa villa oferecendo pratos tradicionais da culinária francesa, ambiente aconchegante com lindo terraço parisiense ao ar livre, adega, salinha e varanda. Sabor, tradição e preço justo. Música Francesa ao Vivo de quinta a sábado (accordeon ao vivo).

Continuar lendo

Restaurante Chique

Por indicação de uma amiga chinesa da minha mãe, eu e minha mãe fomos almoçar num restaurante chinês na Liberdade chamado Restaurante Chique. De chique, não tem nada: é um espaço simples, inconspícuo, que você facilmente passaria reto não fosse a placa com o nome do restaurante na entrada. Continuar lendo